Etimologia de Arte


A palavra arte tem uma etimologia interessante; Arte vem do latim artem, o inglês antigo eart, o inglês médio art, e o francês antigo art. Há também uma semelhança com o nórdico antigo (est). O dicionário Merriam-Webster descreve a arte como algo que é criado através da habilidade e imaginação; algo belo que transmite sentimentos e ideias. É também um trabalho criado por artistas, pintores, escultores e outros artesãos.

Arte em si existe desde os tempos do Paleolítico, a Vênus de Willendorf sendo o exemplo mais proeminente, já que foi criada 25.000 anos antes de Cristo. Desde que os humanos existem, temos sido atraídos e fascinados por formas de arte. Assim, embora as origens exatas da palavra arte são desconhecidas (provavelmente em quase todas as culturas haviam palavras que descrevem a arte como nós a conhecemos), podemos ter fé na atemporalidade da palavra arte.


O primeiro uso conhecido da palavra arte vem de manuscritos do século XIII. No entanto, a palavra arte e suas muitas variantes (artem, eart, etc.) provavelmente existem há muito tempo, talvez mesmo desde a fundação de Roma.

Em outras línguas, arte é um verbo. Em espanhol estar arto significa estar farto.

A palavra arte soa similar em línguas hispânicas e Francês e Inglês. Quanto mais nos distanciamos da Europa Ocidental, mais a palavra começa a perder as suas raízes latinas (há que ter em mente que os romanos não dominavam grande parte da Ásia e África). Em português, espanhol, galego, italiano e albanês diz-se arte. Em africânder (ou africanês em brasileiro), diz-se kun, na língua basca diz-se artea; em bósnio e croata: umjetnost;em inglês, catalão e francês: art. Na língua checa: umění; Em alemão, dinamarquês, holandês, norueguês e estóniano: kunst; sueco: konst; ssperanto: arto; filipino: sining; na língua finlandesa: taido; húngaro: művészet; indonésio: seni; polonês: sztuka; romeno: arta; turco: sanat.

Referências:

Agnes, Michael, ed. in chief, Webster’s New World College Dictionary, fourth edition, MacMillan, 1999.

Barnhart, Robert K., ed., Barnhart Dictionary of Etymology, H.W. Wilson Co., 1988.

Liberman, Anatoly, Analytic Dictionary of English Etymology, University of Minnesota Press, 2008.

Weekley, Ernest, An Etymological Dictionary of Modern English, John Murray, 1921; reprint 1967, Dover Publications.